Os Lojistas Super Vendedores São Assim! - Entrevista com Ricardo Klein da Lojas Arqueiro

16/10/2018

 

Amigos do varejo de todo o Brasil!

 

Dentro da série de entrevistas que nós chamamos de: "Os Lojistas Super Vendedores São Assim!" nós conversamos com Ricardo Klein, que é um dos diretores da Lojas Arqueiro.

 

Pergunta: Quando a Lojas Arqueiro tomou a decisão, de avançar na direção de ser uma Loja Super Vendedora?

 

Resposta: O mercado não dá espaço para esperar, para deixar acontecer. Quem não quer vender mais? Quem não quer crescer mais? Dizem que dinheiro é sempre bom também... Vimos buscando evolução constante. O caminho do Super Vendedor é o único caminho. Ou a gente se tornar uma referência e um ponto sempre crescente no mercado ou a gente sai. A decisão de ter uma evolução constante e se tornar uma referência como Super Vendedor, não é nenhuma decisão. Ela é "a" única decisão possível. Ela já vem de muito tempo. A ânsia por caminhos melhores. E tu vem, certamente, nos ajudando nessa trilha.

 

P.: Quais os pontos fortes que a Arqueiro tem hoje pra sustentar essa venda alta?

 

R.: O que mais nós enxergamos como positivo, é que não olhamos só produto ou só cliente ou só a equipe... Nós entendemos que nosso ponto forte é entender que o cliente não compra mais produto. O cliente compra emoção! O cliente compra experiência. E nós estamos trabalhando muito nesse sentido. O nosso ponto forte poderia ser a busca de informação, a busca de inovação. Nosso forte hoje é entender que o cliente não quer produto. O cliente quer emoção, o cliente quer sentimento. Durante muito tempo houve o caminho do autoatendimento. Ele sempre vai ter espaço. Mas o autoatendimento é muito massificado e nós caminhamos para a personalização do atendimento, uma personalização da venda, para a emoção em cada momento da venda.

 

P.: Outra pergunta que nós fazemos sempre nesta série de entrevistas é: Quais são as principais barreiras que você ainda tem pela frente para continuar mantendo essa posição de Loja Super Vendedora?

 

R.: Acho que crescimento constante. Encontrar sempre mais conhecimento, sempre o próximo passo. É entender que quando terminou de subir o Everest, vai encontrar um monte mais alto, um desafio maior. Eu hoje enxergo o futuro com otimismo. Eu enxergo que o caminho está traçado. Mas que o desafio é continuar buscando conhecimento cada mais. E ter um caminho de evolução constante. A parada não é opcional!

 

P.: Isso que você está falando é interessante. Porque a filosofia do Ricardo nos diz o seguinte: O mercado está constantemente mudando. Se eu ficar parado, achar que eu sei tudo, o mercado mudou e eu não acompanhei. Outra pergunta para finalizar é: O que você acha que vai ser a venda varejo de lojas físicas daqui pra frente? Como é que esse mercado?

 

R.: É um debate interessante. Vinhamos tendo, inclusive hoje com mais empresários aqui na Beira Rio, exatamente esse ponto: O que vai acontecer? O que vai virar o comércio? E não há uma certeza absoluta, pelo menos para mim. Eu entendo que o varejo físico vai continuar existindo, vai dividir venda com o online. Mas eu entendo que é dentro disso que já coloquei. A emoção manda. A emoção vai ter muito peso. Que se vende um sentimento. O varejo físico, eu acho, entra ali. Os desafios vão continuar existindo. O mercado não vai parar de mudar nunca mais. Mas acredito que sempre vai ter espaço para quem consegue vender emoção. Então não vejo barreiras. Acho que o mercado não vai estar pra todos, como já se sabe, mas a sombra sempre vai estar lá para os primeiros.

 

P.:  A pergunta final é aquela pergunta que todo o lojista brasileiro gostaria de fazer para ti. Até porque uma curiosidade de todo mundo, não é? É a seguinte: Dentro de todo esse trabalho que vocês fazem de busca de informação, de inovação, de se atualizar, de vender emoção... Como é que estão as suas vendas este ano em relação ao ano passado?

 

R.: Comentei antes, ele me fez essa pergunta, eu disse: Olha... Se tu fala parece mentira... Se tu não fala, parece que não é... Então a venda está muito superior aos anos anteriores. E o Loja Super Vendedora nos ajudou a acelerar. Nós vínhamos de um crescimento "X". Mas hoje nós triplicamos ou quadruplicamos o crescimento que vinha acontecendo. O Loja Super Vendedora foi um marco divisor de águas. Conseguimos hoje, com muito aprendizado, com o entendimento maximizado de mercado, um crescimento muito superior ao que se vem ouvindo da concorrência. Números não são tão importantes porque talvez pareça mentira mas é bastante maior do que se esperava inclusive.

 

Queremos dar os parabéns para o Ricardo pela competência diretiva como lojista, como Varejista Super Vendedor e dizer que essa série de entrevistas continua.

 

Fique ligado e a gente se vê na próxima entrevista!

 

Receba mais vídeos como este diretamente no seu WhatsApp.

Se inscreva em nosso site ->

www.lojasupervendedora.com.br

Share on Facebook
Share on Twitter
Please reload

Posts Recentes
Please reload

Apoio:

xavier fritsch e associados LOGO 2_1.png

Nossas Redes Sociais:

  • Facebook - Círculo Branco
  • YouTube - Círculo Branco
  • Instagram - White Circle

© 2017